AXA no Brasil dribla crise mundial, lança produtos e reforça relacionamento com corretores

AXA no Brasil reforça relacionamento com corretores em meio à pandemia
Edição da revista
Seguradora lança produtos em momento oportuno, focando na mitigação de riscos dos pequenos e médios empreendedores
Por: Sergio Vitor

A AXA no Brasil, uma das maiores seguradoras do mundo, combateu de frente a crise sanitária, adaptando-se rapidamente ao desdobramento sociopolítico decorrente da pandemia. Consumidores e corretores de seguros puderam enxergar na companhia grande comprometimento com a manutenção das atividades e com a proximidade com o corretor, mesmo no período de isolamento social.

“Em plena pandemia, a seguradora tem feito de tudo para estreitar o relacionamento com o corretor, principalmente os de pequeno e médio porte”, revelou Igor Di Beo, vice-presidente de Subscrição, Comercial e Marketing da AXA no Brasil. Para propor um auxílio eficiente, o executivo conta que a companhia agiliza os processos de cotação, emissão de apólice e vistoria de sinistros remota.

O apoio virtual eficiente da companhia é reflexo de medidas que já vinham sendo adotadas. Por isso, segundo Igor, “a adaptação dos colaboradores em home office foi fantástica, pois o time continuou próximo, mesmo fisicamente distante”. O quadro de funcionários unidos em ambiente virtual facilitou a aplicação de medidas de relacionamento com os corretores.

AXA no Brasil anuncia mudanças na estrutura
Igor Di Beo, vice-presidente de Subscrição, Comercial e Marketing

Humanização

Tratar bem o corretor é imprescindível para a garantir proteção à sociedade. Afinal, ele é o profissional que representa a seguradora, passando confiança e credibilidade ao segurado. Por isso, mesmo reforçando a atividade no meio remoto, a AXA se preocupa em preservar o diálogo direto, ou seja, humanizado, com a presença de um representante. “Ele (corretor) sente que está sendo apoiado. Isso acontece porque construímos uma relação de confiança”, explica Carla Almeida, Diretora de P&C da companhia. 

A executiva, que participou da construção da AXA no país a partir de 2015, destaca que os parceiros de vendas estão absolutamente assistidos durante a pandemia. “Passamos a investir ainda mais na nossa plataforma digital e a fim de agilizar o atendimento, mas sem perder o caráter humano, que é imprescindível em qualquer relação de confiança”.

Em concordância com Carla, Gustavo Rey de Carvalho, Diretor Comercial da Regional São Paulo, revelou a preocupação da seguradora em investir no ambiente online sem perder o contato próximo com os profissionais de vendas e com os consumidores. “O nosso segredo foi usar a tecnologia para favorecer à operação dos corretores, mas sem deixar faltar o capital humano”.

De acordo com o executivo, a AXA extraiu o melhor da tecnologia, transformando-a em agilidade nos processos sem perder o contato direto com profissionais capacitados. O desenvolvimento de estratégias de vendas em meio à crise despertou o interesse de corretores de seguros: somente no mês de abril, o número de novos cadastros na companhia cresceu 38% em relação à média do 1º trimestre de 2020.

Gustavo Rey de Carvalho, Diretor Comercial da Regional São Paulo
Gustavo Rey de Carvalho, Diretor Comercial da Regional São Paulo

Oportunidade para a inovação

A resposta da seguradora foi ágil e eficaz. Para se desvencilhar da crise mundial, nada mais justo do que oferecer alternativas de proteções para seus segurados. Por isso, a AXA no Brasil vem lançando uma série de produtos e soluções que se apresentam como alternativas neste momento. Entre as novidades está o ‘Empresa Slim’, produto para pequenas e médias empresas que dá suporte para os empresários que precisam de segurança. Como forma de angariar os empreendedores, a proteção, que também faz a mitigação dos riscos, tem a opção de vigência de seis meses, valores de risco diferenciados e com parcelamento ampliado em até cinco vezes sem juros.

“Pensamos um produto que se adequasse a este momento e lançamos o ‘Empresa Slim’, uma proteção idealizada para o pequeno e médio negócio com condições atrativas”, destaca Igor Di Beo. Além de lançar proteções visando diminuir os impactos da pandemia, a seguradora procurou flexibilizar os pagamentos de produtos já ativos. Os seguros Condomínio e Empresa Flex ganharam novas condições com pagamento em até 6x sem juros no boleto bancário.

Leia também:

Seguradora oferece coberturas para equipamentos em home office

Os produtos ganharam novas condições e diferentes formas de proteção, mas as mudanças vão além. Para tornar o processo de indenização mais rápido e seguro, levando em conta as atuais regras de distanciamento social, a companhia implementou o processo de vistoria remota. Segundo Arthur Mitke, promovido à Direção de Sinistros em abril, “o sistema possibilita que sinistros de baixa complexidade dos seguros Condomínio e Empresarial sejam regulados por meios digitais”. Desse modo, ainda de acordo com Mitke, a comunicação entre reguladores, clientes e seguradora é feita por meios digitais sem a necessidade da presença de alguém no local onde ocorre o sinistro.

A companhia também ampliou o ‘fast track’, uma esteira de processos criada antes mesmo da pandemia para simplificar a análise dos sinistros mais complexos. “Com essa metodologia, conseguimos indenizar o cliente em até cinco dias a partir da entrega de uma lista simplificada de documentos”, destaca Mitke.

A AXA também aproveitou o momento para endossar a postura inovadora e lançou a cobertura para equipamentos em home office. A novidade se aplica à cobertura adicional da proteção ‘Empresa Slim’ e da ‘Empresa Flex’.

Arthur Mitke, Diretor de Sinistros
Arthur Mitke, Diretor de Sinistros

As Pílulas da AXA

Com o avanço da covid-19 no país, a AXA pensou qual a melhor maneira de estar ao lado virtualmente do corretor e alertar os segurados. A série “Corretor, como podemos ajudar nossos clientes em tempos de Covid-19″ foi lançada para os intermediadores contribuírem com alertas aos clientes, mitigando, então, os imprevistos diários. Com isso, foi elaborada uma lista de recomendação por tipo de negócio e tipo de risco. Ela está disponível no Portal do Corretor e em todos os canais de comunicação da companhia.

Para Carla Almeida, a série aproxima ainda mais a seguradora dos seus parceiros de vendas e dos segurados. “Esse material é de extrema importância para os corretores entregarem o apoio necessário aos seus clientes”, explica a executiva.

Gustavo Rey de Carvalho conta que a abordagem faz sentido para a atividade do segurado, pois dá dicas conforme o seu setor de atuação. “O empresário pode receber, por exemplo, dicas de gerenciamento de risco. Isso corrobora com o fato do papel consultivo do corretor de seguros”.

Não há contraindicações nas Pílulas da AXA no Brasil. Ela chega para atender diversos segmentos de comércio, como academias, salões de beleza, bares e restaurantes. “Oferecemos conteúdos semanais conforme o tipo de negócio e risco. Desse modo, o corretor tem a oportunidade de conversar com seu cliente, alertando-o sobre problemas que podem ser evitados”, explicou o executivo.

Carla Almeida, Diretora de P&C
Carla Almeida, Diretora de P&C

Apreço pelo corretor

Para Arthur Mitke, o corretor tem um papel fundamental quando o assunto é inovação e aprimoramento nos processos de sinistros. “Ele (corretor) ouve o cliente e nos traz ‘inputs’ e ‘feedbacks’ essenciais para melhorarmos a experiência do sinistro. Na AXA estamos sempre dispostos a ouvi-los e a construirmos juntos as melhores soluções”, observa.

A seguradora vem investindo nas plataformas digitais visando atender os anseios e as antigas dificuldades dos parceiros de vendas, responsáveis exclusivamente em comercializar as proteções da companhia pelo país.

Carla Almeida apoia ações de desenvolvimento do mercado de maneira consultiva. “A AXA no Brasil está de portas abertas para contribuir com o crescimento das corretoras de seguros. Estamos dispostos a apoiá-los em qualquer momento”, convida a executiva.

Segundo ela, esses profissionais irão se beneficiar com a conscientização que a pandemia vem causando nas pessoas. “O futuro é promissor. O cliente percebeu que existem seguradoras que, além de indenizar, preocupam-se com a manutenção das suas atividades em momentos de crise”, finaliza.

Por fim, você pode debater sobre este e outros assuntos no grupo de WhatsApp da Seguro Nova Digital exclusivo para profissionais de seguros. Faça parte clicando aqui.
Leia a sétima edição completa:

Sergio Vitor, jornalista especializado em seguros

Jornalista e editor da Seguro Nova Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *