IBRACOR reforça supervisão orientativa

IBRACOR reforça supervisão orientativa
O IBRACOR deu mais um passo importante para reforçar o seu papel e implementar a supervisão orientativa

Trata-se de um questionário enviado aos associados, no qual são abordadas as atividades que os corretores de seguro devem observar, sob pena de sofrerem penalidades impostas pela Susep.

O questionário tem por objetivo orientar os associados sobre os controles que devem manter e as informações que precisam fornecer aos seus segurados.

Vale ressaltar que essas questões ganharam relevância ainda maior a partir do início da vigência da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que deve ser estritamente seguida também pelas corretoras de seguros, pois há a previsão de punições severas que, muitas vezes, podem, inclusive, inviabilizar a continuidade da empresa.

O questionário foi encaminhado a todos os associados do IBRACOR por e-mail. “É de fácil resposta e não toma muito tempo”, assegura o Diretor de Fiscalização do IBRACOR, Paulo de Tarso Meinberg.

O acesso às informações é restrito ao Instituto.

As respostas ao questionário indicarão o perfil atual dos corretores de seguros, permitindo ao IBRACOR desenvolver programas de orientação para o desenvolvimento da categoria, cumprindo assim o seu Plano de Supervisão Orientativa.

Essas respostas também irão subsidiar o relatório anual de atividades, que será encaminhado à Susep no início do próximo ano.

“É muito importante que todos respondam o questionário para obtermos o perfil exato dos corretores de seguro”, acentua Meinberg.

Atualmente, 20% dos corretores recadastrados já são associados ao IBRACOR, única autorreguladora autorizada pela Susep.

A expectativa é de que esse percentual cresça rapidamente, até porque, quanto mais corretores de seguros aderirem, maior será a representação.

“O nosso objetivo é fortalecer a profissão do corretor de seguros, pilar fundamental do Sistema Nacional de Seguros”, enfatiza o Diretor do Instituto, acrescentando que, ao se associar ao IBRACOR, o corretor de seguros assume um compromisso com a ética e as boas práticas profissionais, conquistando, assim, o seu direito a ter um o “selo de qualidade” concedido pela autorreguladora.

O questionário, em formato digital, também pode ser acessado AQUI.

Partículas Seguro Nova Digital

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Leia, por fim, a 11ª edição da revista:

 






©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.