Da equidade à longevidade: a importância da proteção e planejamento financeiro feminino

Icatu Seguros registra aumento em procura por seguro de vida entre os jovens

Por: Luciana Bastos*

Artigo escrito originalmente para a 41ª edição da revista digital.

No cenário econômico e social do Brasil, testemunhamos mudanças significativas no papel das mulheres, principalmente com seu crescimento como provedoras no âmbito familiar. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a quantidade de lares com mulheres responsáveis pelo sustento da família e com a maior remuneração do domicílio aumentou em 72,9% de 2012 a 2022, passando de 22,2 milhões para 38,3 milhões.

Esses dados evidenciam um paradoxo patriarcal que encontramos ao mapear o espaço e acessos das mulheres às pautas econômicas. Elas são maioria na população e já chefiam 50,9% dos lares no país, mas as questões financeiras ainda são protagonizadas por homens, em boa parte dos casos. Na Icatu, as mulheres respondem por cerca de 46% dos contratos de seguro de vida da companhia. Já os de previdência são feitos por pessoas do sexo feminino em aproximadamente 44% dos casos.

Vale lembrar que dados do IBGE revelam que as mulheres vivem cerca de sete anos mais do que os homens, o que indica uma maior preocupação com a saúde e o bem-estar. O desafio é fazer essa visão se estender às finanças – especialmente no contexto da longevidade.

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Compreender os impactos desse novo cenário da pirâmide etária ainda é difícil para a sociedade, pois abarca muitas questões complexas. Viver mais implica em ter mais etapas na vida, como educação, carreira, aposentadoria e assistência médica prolongada. E é neste contexto que a educação financeira emerge como um pilar central e impacta diretamente a nós, mulheres.

Há também diversos aspectos culturais a serem superados. As decisões financeiras estão também cada vez mais na mão das mulheres na atualidade – e elas precisam, dia após dia, se sentar mais nessa cadeira.

Por isso, incentivar as mulheres a assumirem um papel cada vez mais ativo para a construção de um futuro mais equitativo e sustentável para todas as famílias brasileiras é também combater essas barreiras culturais que contribuem para essas disparidades.

Em um mundo de protagonismo feminino, marcado pela crescente longevidade, é imperativo que as mulheres ocupem seus espaços e tenham acesso à proteção e ao planejamento financeiro. A partir de um cenário mais democrático e igualitário, construiremos um futuro mais seguro e próspero para todos – e todas.

* Luciana Bastos é Diretora de Desenvolvimento de Produtos – Vida na Icatu Seguros





©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.