04/12/2020

IRB atinge R$ 697,6 milhões em prêmios emitidos

IRB atinge R$ 697,6 milhões em prêmios emitidos
Já o prejuízo líquido reportado foi de R$ 65,4 milhões

Em comunicado enviado hoje ao mercado e aos acionistas, o IRB Brasil RE informou que disponibilizou relatório periódico mensal enviado à Superintendência de Seguros Privados (Susep), por meio do Formulário de Informações Periódicas (FIP).

Para melhor entendimento, uma vez que o FIP atende ao plano de contas exigido pelo regulador, na data de hoje, o ressegurador disponibilizou em seu site de RI planilha com os dados financeiros referentes aos meses de janeiro a agosto de 2020, que reconcilia essas informações com o modelo Visão Negócio, já praticado pela companhia em suas divulgações periódicas. O comunicado ressalta que os dados estão sujeitos a mudanças e não foram auditados.

A seguir, alguns dos destaques do período apresentados pelo IRB:

Faturamento bruto de agosto/20 (Prêmio Emitido): atingiu R$ 697,6 milhões, mesmo nível de agosto de 2019. Desse modo, sendo R$ 357,6 milhões no Brasil e R$ 340,0 milhões no exterior. No exterior, o crescimento foi de 11,7%, compensado por um decréscimo no prêmio Brasil de 9,4% em relação a agosto de 2019.

Faturamento de competência de agosto/20 (Prêmio Ganho): O prêmio ganho totalizou R$ 663,0 milhões.

Índice de Sinistralidade (Despesas de Sinistros/Faturamento de Competência do período): a despesa de sinistro foi de R$ 593,8 milhões, com um índice de sinistralidade de 89,6% no mês de agosto, revertendo a tendência observada no primeiro semestre de 2020, que apresentou uma sinistralidade de 108,0%. Quando excluídos os sinistros dos negócios não continuados – cancelados e/ou não renovados – esse índice se situa em 56,0%.

Índice de Gastos Externos (principalmente comissões) se situaram em 22,4%. O de Gastos Internos (despesas administrativas) se situaram em 4,6%. Enquanto isso, o Índice de Resultado Financeiro e Patrimonial alcançou 7,1% do faturamento de competência de agosto/20.

Contribuição Marginal (Resultado de “Underwriting” ou de Subscrição): em agosto de 2020, o resultado de underwriting foi negativo em R$ 99,3 milhões, devido à elevada sinistralidade dos negócios descontinuados no valor de R$ 263,1 milhões.

Lucro (prejuízo) líquido: em agosto de 2020, o prejuízo líquido reportado foi de R$ 65,4 milhões (excluindo-se o impacto dos negócios descontinuados, apresentaria lucro líquido de R$ 73,8 milhões).

A planilha com os dados históricos em mais detalhes pode ser acessada aqui. Contudo, o reporte completo apresentado à Susep, a partir do qual todos os dados deste comunicado ao mercado derivam, pode ser acessado clicando aqui.

Partículas Seguro Nova Digital

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Leia, por fim, a 11ª edição da revista:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *