30/11/2020

Seguro de vida proporciona estabilidade financeira em qualquer tempo

Seguro de vida proporciona estabilidade financeira em qualquer tempo
Saiba como o seguro de vida pode apoiar na proteção do patrimônio construído e de reservas financeiras, mesmo em cenários delicados

Muitos brasileiros foram surpreendidos pela crise que a Covid-19 instaurou no País, que, além da saúde pública, atingiu a economia e, consequentemente, o bolso de cada um. No primeiro semestre, o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 5,9%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo Sindicato das Seguradoras (Sindseg), a conjuntura da pandemia e a necessidade latente de proteção estimularam muitas dessas pessoas a procurar maneiras de se proteger economicamente e olhar para o futuro com outras perspectivas, por meio de um seguro de vida, garantindo a manutenção de sua renda e conquistas, inclusive para planejar o futuro das pessoas que amam e para que fiquem menos vulneráveis financeiramente em eventos diversos.

O seguro de vida é um mecanismo de proteção para que as pessoas fiquem menos vulneráveis financeiramente em situações que envolvem diagnósticos de doenças graves e internações hospitalares. Ele garante uma indenização em imprevistos como uma invalidez permanente ocasionada por acidente até uma ausência inesperada de um ente querido. Na atual pandemia de Covid-19, produtos como os Seguros de Vida Omint ainda preveem o pagamento de sinistro de morte, funerais e diárias por internação hospitalar que aconteçam em decorrência da Covid-19, mesmo que as coberturas de epidemia e pandemia estejam excluídas das Condições Gerais. E, para as novas vendas, a decisão se aplica aos sinistros que ocorrerem após 90 dias da data da contratação do seguro.

Soluções eficientes para muitas situações:

A pandemia trouxe diversos questionamentos em relação aos cuidados com a nossa saúde e estabilidade financeira. Com o “novo normal”, a tendência é que a população busque dar mais atenção aos contratempos e urgências. Segundo a Superintendência de Seguros Privados (Susep), a demanda pelo seguro de vida cresceu 10,2%, de janeiro a julho, enquanto outras modalidades e demais produtos tiveram quedas. Esse crescimento pode ampliar a discussão de que uma nova percepção de valor para o planejamento financeiro está surgindo.

Ou seja: enquanto as reservas financeiras devem ser pensadas e construídas para oportunidades e realização de sonhos, o seguro de vida assume o papel de cuidar de emergências e da proteção de tudo o que já foi conquistado, além de proporcionar coberturas para qualquer momento da vida e, assim, estimular a independência financeira.

Saiba mais em: https://www.omint.com.br/seguro-vida/individual/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *