Valor do seguro auto subiu 17,5% em um ano

Valor do seguro auto subiu 17,5% em um ano

Fevereiro foi o terceiro mês consecutivo de alta com índice de 6,7%, segundo estudo desenvolvido pela TEx 

O início de 2023 está sendo oneroso para quem precisou renovar o seguro auto. Um levantamento realizado pela TEx mostra que o valor nos primeiros meses está mais alto em comparação aos mesmos períodos dos anos anteriores, atingindo o índice mais caro em 26 meses. Fevereiro registrou o terceiro mês seguido de alta, com índice de 6,7%, um aumento de 17,5% no valor dentro do período de um ano.

De acordo com o CEO da TEx, Emir Zanatto, o setor ainda sente os efeitos da pandemia, sobretudo na indústria automobilística. “Vimos no mês passado montadoras diminuindo a produção justamente pela falta de peças na cadeia de suprimentos do setor, levando o encarecimento de veículos seminovos e usados”, explica o executivo.

O aumento de roubos e furtos em determinadas regiões do Brasil também agravou o aumento dos preços, segundo o executivo. “A dificuldade sentida pela indústria na aquisição de peças também impacta o seguro, uma vez que potencializa o comércio de peças paralelas o que leva ao aumento de roubo e furto de veículos. Esse aumento na incidência dos crimes é outro fator que contribui para o reajuste dos preços por parte das Seguradoras”, explicou.

O professor João Paulo Santiago, 27, morador do Guarapiranga, bairro da Zona Sul de São Paulo, adquiriu no fim do ano passado um Renault Duster seminovo. Para formalizar a contratação do seguro, ele teve que reduzir as coberturas a ponto de o valor se adequar ao seu bolso. “Tirei todas as coberturas possíveis, ficando apenas com roubo, furto, sinistros a terceiros, perda parcial e perda total. O valor está caríssimo”, reclama.

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Diferença por região

A região onde o segurado reside é um fator muito importante na precificação do seguro, pois interfere diretamente nas taxas de roubo e furto. “Ao analisar por região, podemos observar que a Região Metropolitana do Rio de Janeiro pagou 7,5% (do valor do seguro do carro), 66,6% a mais em comparação à Região Metropolitana de Belém, que teve o valor do seguro do carro na casa dos 4,5%”.

Especificamente na cidade de São Paulo, o IPSA revela que o seguro na Zona Leste é 75% superior à região central. Já em Belo Horizonte o índice apresentou uma amplitude menor: a Zona Norte da capital mineira, região com maior índice da cidade, pagou 64,3% a mais do que o Centro, região com o menor índice. Na capital fluminense, a Zona Norte apresentou o maior índice (8,6%) enquanto a Zona Sul do Rio de Janeiro obteve o menor valor (4,7%).

Já o Centro de Recife, segundo índice mais caro, é apenas 21,3% maior que a Zona Noroeste, índice mais barato, sendo ao mesmo tempo 22% menor que a Zona Sudoeste, índice seguinte e o mais caro da capital pernambucana, o que denota certo desequilíbrio entre esta região e o restante da cidade.

Clique aqui para baixar o IPSA completo

Leia, por fim, a 30ª edição da revista:






©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.