20/04/2021

Próxima do corretor, AXA no Brasil conquista posição de destaque em Seguros Massificados

Próxima do corretor, AXA no Brasil conquista posição de destaque em Seguros Massificados
Proteção de condomínio da seguradora, o ‘Condomínio Flex’, é desenvolvido e atualizado por meio de feedbacks dos parceiros de vendas

A AXA no Brasil segue conquistando corretores e clientes pelo país. Há cerca de dois anos, a companhia iniciou um forte investimento em Seguros Massificados, como são as proteções empresariais e as de habitação. A construção de uma carteira sólida e competitiva ocorreu devido à uma equipe interna bem estruturada, e também por conta do apoio de quem mais entende de cliente: o corretor.

Com a demanda aquecida em torno do seguro condomínio, a seguradora construiu coberturas e formas de pagamento mais flexíveis, o que foi traduzido em conforto ao segurado e gerou mais capacidade de negociação para os corretores. Em entrevista exclusiva, Clovis Silva, Superintendente de Produtos Massificados, Automóvel e Frotas da companhia, detalhou o processo que colocou a AXA no Brasil em posição de destaque nacional no ramo de Massificados.

Seguro Nova Digital – Há quase dois anos, a AXA iniciou o investimento nas carteiras de seguros empresariais no país. Qual é a análise que você faz desse período?

Clovis Silva – Vejo que conseguimos olhar para as demandas e atendemos as necessidades do mercado, trazendo o amadurecimento necessário voltado para a companhia e, consequentemente, o desenvolvimento dos produtos. Acredito que estar perto do corretor e construir uma relação de parceria fez uma grande diferença para atingir esse crescimento, do qual colhemos os resultados.

A partir dos Fóruns de Escuta, onde ouvimos as sugestões e feedbacks dos corretores, realizamos modificações e desenvolvemos novos produtos, estruturando uma carteira com processos eficientes e mais aderentes ao mercado. Além disso, desenvolvemos um atendimento mais dedicado e qualificado, para atingir uma maior eficiência na ponta. Temos produtos amplos, que atendem todos os tipos de empresas e seus riscos; e uma marca mais consolidada e reconhecida nesse ramo.

S.N.D – No seu ponto de vista, os seguros empresariais, como o Seguro Condomínio ou RC para pequenas empresas, podem ser a porta de entrada para muitos consumidores de seguros?

C.S – Com certeza. As linhas empresariais oferecem possibilidade de diversificação de carteira, em um mercado menos explorado pela maioria dos corretores. Por serem produtos de custo acessível e completos, com proteção ampla, eles trazem a segurança necessária para os negócios do segurado.

S.N.D – Qual é o benefício para o corretor nesse processo?

C.S – É possível identificar um enorme potencial a ser explorado pelo corretor devido a contratação ainda incipiente do mercado. Ainda, a pandemia contribuiu para aumentar a consciência das pessoas em relação a riscos e como se planejar para estar protegido – algo que os corretores já estão trabalhando junto a seus clientes.

Vale ressaltar também que há uma demanda dos profissionais para diversificar a carteira com soluções empresariais e seguro de vida, como uma alternativa para trazer mais equilíbrio nos negócios.

S.N.D – Gradativamente, o mercado vai se recuperando da pandemia, mas o cenário econômico ainda é pouco animador para 2021. Como você analisa o setor de seguros empresariais neste ano?

C.S – O mercado se mobilizou para criar soluções que pudessem atender ao segurado e ao corretor. Diante do cenário que se mantém, melhorias em produtos e novas coberturas adicionadas nesse período vão se fortalecendo nos portfólios das seguradoras.

Aqui na AXA, entendemos rapidamente as necessidades dos nossos clientes neste cenário e implementamos em tempo recorde o Empresa Slim, por exemplo, com valores de riscos diferenciados e parcelamento ampliado. Outra ação foi o reforço da comunicação da cobertura de equipamentos em home office, algo essencial hoje.

S.N.D – A pandemia reforçou a importância do seguro entre os consumidores?

C.S – Sim, acredito que a pandemia demonstrou para o cliente a relevância de ter uma cobertura para se proteger dos riscos do dia a dia, que continuam acontecendo neste período. O corretor também tem percebido que a oferta de produtos empresariais é relevante e fortalece sua carteira.

Ainda que seja difícil visualizar o cenário econômico para este ano, devido a muitas incertezas que ainda rodeiam o nosso país e o mundo, não há dúvidas que iremos potencializar as modificações que implementamos em 2020 e estaremos atentos ao mercado para oferecer as melhores soluções para o momento.

S.N.D – A seguradora apresentou nos últimos meses uma série de novidades no produto ‘Condomínio Flex’. Por que o olhar diferente para esse ramo?

C.S – Identificamos uma ampla procura no produto e entendemos a necessidade de avançarmos significativamente nesse mercado. Com a parceria que temos com os nossos corretores, tivemos trocas constantes sobre modificações que poderiam ser aplicadas em nosso produto, para atingir um melhor desenvolvimento e desempenho, com uma oferta mais competitiva.

S.N.D – Quais foram os resultados dessas trocas?

C.S – Ampliamos o limite para coberturas acessórias como incêndio de bens de condôminos; vazamento de tanques e tubulações; responsabilidade civil do síndico e do condomínio; cobertura de vendaval que inclui mobiliários externos; incêndio, roubo e furto dos bens dos condôminos em área de depósito, entre outros.

Além disso, também realizamos modificações no valor de risco do Condomínio para até 200 milhões, podendo ser feito o cálculo online em casos de até R$160 milhões. Valores acima disso, o processo será realizado sob consulta.

Ainda, implementamos a Vistoria Remota, uma facilidade que agiliza o processo e mantém a acuidade das vistorias com total segurança, sem a necessidade de um vistoriador no local – tudo é feito pela câmera do celular do segurado, em tempo real.

Já em relação às formas de pagamento, oferecemos novas condições de parcelamento, fazendo com que os corretores parceiros ganhassem mais um argumento de venda, enquanto os clientes, um benefício tangível para poder alongar o seu fluxo de caixa, sem deixar a proteção de lado.

Todo esse trabalho, a cocriação com corretores e a dedicação dos times em trazer melhorias para o portfólio nos coloca, hoje, entre as 10 maiores nesse segmento.

S.N.D – Além das novidades para os clientes, a seguradora deu praticidade ao cotidiano do corretor nesse produto. É uma forma de deixar essa proteção mais atrativa para o profissional, já que é um segmento ainda pouco explorado por eles?

C.S – Com certeza. Acreditamos que facilitar os processos e readaptar esses produtos garantem a autonomia do corretor na ponta. Por isso trouxemos mais eficiência operacional, automatizamos processos e reforçamos nossas parcerias de negócios. Com essas modificações e graças ao trabalho em conjunto, tivemos crescimento expressivo não só de cotação mas também de venda.

S.N.D – Qual foi a iniciativa da seguradora para auxiliar o corretor nas vendas desse produto?

C.S – Melhoramos o fluxo de pagamento e a emissão de boletos que era uma demanda importante do corretor. Facilitamos o pagamento em um momento de sensibilidade para nosso cliente.

Além disso, desenvolvemos materiais constantes, pílulas de gerenciamento de risco, para que os nossos parceiros possam realizar uma venda ainda mais consultiva. Acreditamos que esse também é um trabalho importante a ser realizado: dar o suporte necessário para que o corretor consiga explorar o seguro com os seus clientes.

Em breve, lançaremos uma trilha de aprendizagem para os corretores, para aproximá-los ainda mais dos nossos diferenciais.

S.N.D – Por redobrar a atenção nesse segmento, pode-se dizer que a seguradora é bastante competitiva no seguro para condomínio?

C.S – Certamente hoje somos uma das seguradoras mais competitivas no mercado e inclusive fomos reconhecidos em diversos prêmios voltados para o segmento. Como já comentei, estamos entre as 10 maiores seguradoras em Condomínio, um resultado muito expressivo e que traz muito orgulho ao time.

S.N.D – Na grande São Paulo há um crescimento exponencial da construção civil. Muitos moradores da capital migraram nos últimos anos para os municípios de Taboão da Serra e Osasco, por exemplo. Como a seguradora pretende chegar nesses lugares mais afastados não só do estado de São Paulo, como também em outras regiões afastadas das capitais?

C.S – Acredito que, por não estarmos restritos à localização física para fecharmos negócios, conseguimos nos conectar facilmente com as regiões mais afastadas do centro.

Hoje, contamos com parceiros nas mais diversas regiões de SP e do Brasil que colaboram constantemente para levarmos o nome AXA a cada vez mais localidades.

Também estamos atuando fortemente com a imprensa e uma divulgação mais ampla nas redes sociais, trazendo nomes para a nossa marca que fortalecem a expansão territorial que queremos atingir.

Deseja fazer negócio com a AXA? Clique aqui e cadastre-se!
AXA no Brasil
Partículas Seguro Nova Digital

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Leia, por fim, a 13ª edição da revista:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *