02/12/2020

Caixa Econômica estuda oferecer seguros a partir de R$ 5 pelo aplicativo ‘Caixa Tem’

Caixa Econômica estuda oferecer seguros a partir de R$ 5 pelo aplicativo 'Caixa Tem'
Diretoria do banco encontrou no app uma nova maneira de ofertar produtos de seguros

Partículas Seguro Nova Digital

A Caixa Econômica Federal deve aproveitar o aplicativo ‘Caixa Tem’ para ofertar produtos de seguros, sobretudo às 65 milhões de pessoas de baixa renda, que recebem o auxílio emergencial. Conforme disse ao EXAME, o presidente do banco, Pedro Guimarães, aguarda “estabilizar o aplicativo”, já que constantemente recebe reclamações dos usuários. 

Segundo Guimarães, a ideia é oferecer seguros populares, ou seja, microsseguros, para essa parcela da população. Sendo assim, o preço inicial seria de R$ 5. “Está tudo pronto. Só pedi para segurar o lançamento até que a gente consiga estabilizar o aplicativo. Na hora que estabilizar, a gente solta”, informou o presidente ao portal.

Além do seguro, o banco brasileiro aposta no cartão de crédito. O ministro da Economia, Paulo Guedes, é um grande entusiasta da abertura de IPO da Caixa Seguridade e da Caixa Cartões.

“Ajudinha” da pandemia

O banco anunciou, em 12 de março, o fim do processo de IPO. Isso porque a pandemia do coronavírus avançava no mundo, causando incertezas no mercado financeiro. “Tudo é uma questão do impacto econômico e social da pandemia, e existe zero chance de abrirmos capital para vender a qualquer preço. Só faremos o IPO quando o mercado precificar o que achamos que vale”, disse, na época, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Com a prorrogação da abertura de IPO, no entanto, os executivos da Caixa encontraram no app ‘Caixa Tem’ uma nova maneira de vender seguro. Desse modo, a expectativa é que a área de seguros da companhia levante mais de R$ 10 bilhões com a operação. 

Durante o processo, a Caixa anunciou duas joint ventures: uma com a Tokio Marine, que toma conta da carteira de seguro habitacional, e a outra com a Icatu Seguros, para vendas de serviços de capitalização.

Sergio Vitor, jornalista especializado em seguros

Jornalista e editor da Seguro Nova Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *