05/12/2020

Caixa suspende abertura de capital; Caixa Seguridade sofre impacto

Caixa suspende abertura de capital; Caixa Seguridade sofre impacto

Empresa pretendia levantar mais de US$ 10 bilhões com abertura de capital.

A Caixa Seguridade comunicou na noite de quarta-feira (11) que sua controladora Caixa Econômica Federal decidiu interromper a oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de seu braço de seguros e previdência. O banco usou como justificativa a “atual conjuntura do mercado”.

O prospecto preliminar do pedido de abertura de capital tinha sido protocolado no dia 21 de fevereiro.

“Em decorrência da decisão da Caixa, a Caixa Seguridade, encaminhará à B3 o pedido de interrupção da análise da documentação referente à sua admissão e listagem no Novo Mercado”, afirmou a companhia no comunicado da véspera.

Leia também:

Caixa Seguridade e Tokio Marine criam sociedade no ramo de seguros

O anúncio, portanto, confirma reportagem da Reuters publicada na segunda-feira, que afirmava que a Caixa decidira suspender a oferta em meio à turbulência das bolsas de valores. A movimentação negativa foi causada pela forte queda nos preços do petróleo. Além disso, deve-se levar em conta o temor dos investidores sobre a epidemia de coronavírus.

Contudo, o IPO da Caixa Seguridade pretendia levantar mais de US$ 10 bilhões e era a maior oferta de ações esperada até agora para 2020.

Você pode debater sobre este e outros assuntos no grupo de WhatsApp da Seguro Nova Digital exclusivo para profissionais de seguros. Faça parte clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *