20/04/2021

O valor do seguro dos carros mais vendidos em 2020

O valor do seguro dos carros mais vendidos em 2020
Em comparação a 2019, preço médio do seguro tem redução em sete modelos da lista para homens e seis para as mulheres;  no ano todo, Kwid e KA tiveram o seguro mais barato

A Minuto Seguros, uma das principais corretoras do País e líder no segmento de seguros online, acaba de realizar um estudo com base na lista divulgada pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) com os carros mais vendidos no Brasil em 2020.

Líder nas vendas em 11 dos 12 meses de 2020, o Onix, da Chevrolet, terminou pelo sexto ano consecutivo como o carro mais vendido do Brasil, com um total de 135.351 unidades comercializadas. Com relação ao preço médio do seguro, o hatch da GM registrou queda em comparação ao levantamento realizado com os 10 veículos líderes do ranking em 2019, tanto para homens quanto para mulheres. Para o público masculino, o seguro do Onix ficou 7% mais barato ao final de 2020, já que passou de R$ 2.221, no ano anterior, para R$ 2.065 no estudo mais recente. Já para o público feminino, a retração foi de 19,3%.   

Após terminar 2019 na terceira colocação, o HB20 subiu uma posição ao final de 2020 e consolidou-se em segundo lugar. No que diz respeito ao preço do seguro, a exemplo do que ocorreu com o Onix, o modelo da Hyundai também registrou redução nos valores em comparação com o levantamento realizado no ano anterior. Para os homens, a média das cotações saiu de R$ 2.481, em 2019, para R$ 2.013, em 2020, uma retração de 19%. Para as mulheres, a queda no valor médio do seguro do HB20 foi ainda maior: de R$ 2.052 para R$ 1.428, o que resultou em uma queda de 30,4%. 

Lançado na reta final de 2019, o Onix Plus conseguiu alcançar o pódio e garantiu a terceira colocação entre os carros mais vendidos do País em 2020. Apesar de ter sido o quarto veículo com o preço médio do seguro mais alto do levantamento para os homens, com R$ 2.511, o sedã da Chevrolet registrou o menor valor cotado entre todas as capitais para o público masculino: R$ 1.400, em Santa Catarina. Já para as mulheres, o valor médio do modelo foi de R$ 1.791.

Preço médio do seguro do Renegade fica ao menos 30% mais barato em comparação a 2019; Argo, KA e Gol também registram queda significativa

Oitavo colocado no ranking dos carros mais vendidos do Brasil em 2020, o Renegade teve retração no valor médio do seguro em relação ao ano anterior, tanto para mulheres quanto para homens. Para o público feminino, no levantamento de 2019 elas pagavam, em média, R$ 2.930 no seguro do SUV da Jeep. Já em 2020, o preço ficou em R$ 2.027, uma redução de 30,8%. Ao analisar os números relacionados ao perfil masculino, nota-se uma queda ainda maior: 38%, já que a média das cotações passou de R$ 4.501, em 2019, para R$ 2.785, em 2020.  

O Gol, que havia terminado na quinta colocação no ano anterior, finalizou 2020 como o quarto carro mais vendido no Brasil. Além do destaque no ranking, outra boa notícia sobre o hatch da Volkswagen foi a queda no preço médio do seguro para homens e mulheres. No estudo realizado com os veículos mais comercializados em 2019, o público masculino pagava, em média, R$ 2.699 no seguro. Já em 2020, esse valor caiu para R$ 2.292, o que significa uma retração de 15%. Para o público feminino, a redução foi de 18,8%.

Após ficar quatro anos seguidos entre os três carros mais vendidos do Brasil, o KA caiu para a quinta colocação em 2020. Contudo, a notícia para quem possui ou pensa em adquirir o modelo da Ford é positiva no quesito valor do seguro. Para os homens, houve queda de 24% em comparação a 2019. Já para as mulheres, o seguro do KA ficou, em média, 19% mais barato do que no ano anterior. 

O Argo, sexto veículo mais vendido no País, seguiu os passos do KA e do Gol e registrou quedas significativas no preço do seguro para ambos os públicos. Em 2019, o proprietário homem do hatch da Fiat pagava, em média, R$ 2.427, valor que caiu para R$ 1.998 em 2020, uma redução de 17,7%. As mulheres também pagam mais barato, em 2020, no seguro do Argo, já que os valores passaram de R$ 2.058, no ano anterior, para R$ 1.512 neste levantamento, o que significa uma retração de 26,6%.

Kwid tem seguro mais barato para homens em 2020 e KA registra menores preços para mulheres; Compass fica com posto de mais caro do ano

O Kwid fechou o ano no décimo lugar entre os carros mais vendidos do Brasil, mas ficou com a liderança no ranking de carros do Top 10 com o seguro mais barato em 2020 para o público masculino. Em oito dos doze meses do ano, o modelo da Renault ficou com o preço médio do seguro mais barato, mais especificamente em janeiro, fevereiro, abril, maio, junho, julho, setembro e outubro. Em setembro, o compacto da montadora francesa registrou o menor preço médio entre as capitais cotadas, com R$ 1.589. 

Para as mulheres, o carro que ficou mais vezes com o menor valor médio do seguro durante o ano foi o KA. Em janeiro, fevereiro, maio, agosto, setembro, outubro e novembro, o hatch da Ford teve o seguro mais barato para o público feminino. Ou seja, em sete dos doze meses de 2020. O menor valor foi registrado em outubro, quando a média entre as capitais cotadas ficou em R$ 1.245.

Na outra ponta, o Compass registrou a maior parte do seguro médio mais caro em 2020, tanto para homens quanto para mulheres. O SUV, que foi o nono colocado entre os veículos mais vendidos do ano, teve o maior preço médio do seguro em onze dos doze meses do ano para ambos os públicos. Apenas no mês de maio o modelo da Jeep não ficou com este posto. O valor médio mais alto para o perfil masculino foi obtido em fevereiro, com R$ 5.104. Já para o perfil feminino, o pico ocorreu em maio, com R$ 4.114.

Análise do preço do seguro dos mais vendidos

O preço médio do seguro de todos os 10 veículos da lista entre as capitais cotadas em dezembro, para o fechamento de 2020, foi de R$ 2.463 para os homens, cerca de 3,5% maior do que o registrado em novembro. Para as mulheres, considerando este quesito, o valor médio foi de R$ 1.872 e representou uma elevação de 4,6% em comparação ao mês anterior. 

O valor médio do seguro mais barato para o público masculino, em dezembro, ficou com o Ford KA. No levantamento realizado, os homens pagam R$ 1.739. Enquanto isso, o posto de valor médio do seguro mais alto ficou com o Compass: R$ 4.718. Para as mulheres, o menor preço médio do seguro registrado em novembro foi o do Kwid: R$ 1.318. O mais caro foi, assim como para o público masculino, o Compass: R$ 3.995.

Para realizar o estudo, a Minuto Seguros considerou como perfil um condutor homem e uma condutora mulher, de 35 anos, ambos casados. Foram avaliados os preços dos seguros em onze capitais: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Recife (PE), Goiânia (GO), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Vitória (ES) e Salvador (BA).

Quem paga menos pelo seguro?

Dentro destes perfis mencionados, o preço do seguro para o Kwid é o que apresenta a menor diferença entre as capitais cotadas para homens. O valor mais alto está em Porto Alegre, com R$ 2.063, e o menor em Florianópolis, por R$ 1.416, uma distância de R$ 647. No contraponto de diferença de valores, ainda citando o público masculino, o Compass é o que possui a maior diferença entre estados: R$ 3.863. A mais alta no Rio de Janeiro, R$ 7.069, e a menor em Brasília, com R$ 3.206. Para os homens, Florianópolis é a cidade com seguro mais barato: sete carros cada uma. Nos seguros com valores mais altos, o Rio de Janeiro é a cidade que detém os maiores preços: seis dos dez veículos. Florianópolis também registrou o menor preço entre todos os modelos cotados no perfil masculino: R$ 1.400 para o Onix Plus. O preço médio do seguro para homens, em São Paulo, para os 10 carros mais vendidos é de R$ 2.264. Já no Rio de Janeiro, o valor é de R$ 3.135.

Agora, falando no perfil feminino, o Onix é o que apresenta a menor diferença entre as capitais cotadas, de R$ 348, do valor mais alto, que está em Porto Alegre, com R$ 1.732, para o mais baixo, que está em Florianópolis, com R$ 1.384. Em outra comparação, o Compass ficou com a maior distância de valores: R$ 2.578. O maior no Rio de Janeiro, com R$ 5.752, e a menor em Brasília, com R$ 3.174. No âmbito do público feminino, Florianópolis ficou com o posto de cidade com o seguro mais barato: sete dos dez carros. Já os valores maiores estão concentrados em maioria no Rio de Janeiro: sete dos dez veículos cujo seguro tem maior preço ficam na capital carioca. O menor valor entre todos os modelos e capitais cotados no perfil feminino ficou com Florianópolis: R$ 1.087 para o Kwid. O preço médio do seguro em São Paulo, para as mulheres, ficou em R$ 1.827 e no Rio de Janeiro, R$ 2.307.

Veja a tabela completa

Partículas Seguro Nova Digital

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Leia, por fim, a 12ª edição da revista:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *