Seguradoras não devem aplicar cláusulas de exclusão em pandemia, sugere Fenacor

Seguradoras não devem aplicar cláusulas de exclusão em pandemia, sugere Fenacor

Federação emitiu comunicando à sociedade e à imprensa

A Fenacor sugeriu às seguradoras que, de imediato, não apliquem nos contratos de seguros quaisquer cláusulas de exclusão ou restritivas de direitos relacionadas às epidemias ou pandemias, permitindo, assim, a ampla cobertura para eventuais casos de sinistros.

Com o avanço do COVID-19 no país, o debate sobre quais são as cláusulas de exclusões das empresas do mercado, sobretudo as operadoras, veio à tona. Com o comunicado oficial, a Federação solicita que as companhias se sensibilizem com o cenário.

Confira a nota na íntegra:

Diante do indesejado e rápido avanço no País do número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (Covid-19), já tendo sido registrada, inclusive, a primeira morte em território nacional, a FENACOR solicita, conclama e exorta as seguradoras e corretores de seguros a somarem forças, em plena sinergia, na defesa da população brasileira, cumprindo, dessa forma, a principal missão que cabe ao nosso mercado, qual seja a de proteger e amparar as pessoas em todos os momentos.

Nesse contexto, a Federação sugere e apela às seguradoras para que, de imediato, não apliquem nos contratos de seguros quaisquer cláusulas de exclusão ou restritivas de direitos relacionadas às epidemias ou pandemias, permitindo, assim, a ampla cobertura para eventuais casos de sinistros.

Lançamos, então, um desafio: as cláusulas existentes não devem mais ser aplicadas na ocorrência de epidemias ou pandemias, como a do coronavírus, naquelas coberturas relacionadas particularmente à proteção da vida e da saúde das pessoas.

O momento é de ampla solidariedade diante da atual crise mundial e não podemos nos omitir exatamente quando toda a sociedade clama por nosso amparo.

Devemos assumir o compromisso de oferecer respostas rápidas e eficazes às pessoas afetadas por essa pandemia, aos seus familiares e, quando for o caso, às autoridades públicas.

O foco principal está direcionado para o bem estar da população e para a proteção da saúde. Mas, a ação efetiva do mercado de seguros também demonstrará que o nosso setor está igualmente pronto para, mais uma vez, comprovar o quanto é relevante como pilar do processo de desenvolvimento do País, garantindo a proteção da vida e da saúde de todos e, consequentemente, a continuidade dos negócios e da nossa economia, seja na redistribuição solidária, na reparação de danos, na compensação financeira dos prejuízos trazidos pela pandemia que atinge todo o mundo, ou desonerando as finanças públicas e cooperando com as agências governamentais visando o bem-estar da sociedade.

Aos corretores de seguros também cabe uma missão especial: assessorar seus segurados e estarem a postos para atender seus clientes a qualquer momento, indicando como se protegerem adequadamente, inclusive através do seguro e, caso necessário, como reparar danos e também como serem devidamente socorridos e preservados neste momento de grande crise.

Devemos mostrar o valor do setor e da nossa categoria, contribuindo com seus conhecimentos no aconselhamento e orientação aos segurados, bem como no processo de eventuais indenizações pelos danos sofridos.

A hora é agora. Vamos nos deixar contaminar pela solidariedade em primeiro lugar. Não temos tempo a perder!

Fenacor

Você pode debater sobre este e outros assuntos no grupo de WhatsApp da Seguro Nova Digital exclusivo para profissionais de seguros. Faça parte clicando aqui.




©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.