Entidades se solidarizam com falecimento de Gumercindo Rocha Filho, presidente do Ibracor

Entidades se solidarizam com falecimento de Gumercindo Rocha Filho, presidente do Ibracor

O presidente do Ibracor, Gumercindo Rocha Filho, faleceu na noite desta quinta-feira 5. Entidades representativas do setor de seguros se solidarizam com a morte do executivo que estava no cardo desde 2016. A cerimônia de despedida, para a família e amigos será no Crematório e Cemitério da Penitência, no Caju – Rio de Janeiro – RJ, a partir das 8h da manhã e se estende até às 12h, no sábado, dia 07.

Confira:

A CNseg, em nota, classificou Gumercindo como “homem dotado do mais completo conhecimento dos seguros e de grande sabedoria e sensibilidade”. A confederação ressaltou ainda o compromisso que ele tinha com o setor. “Escreveu ao longo de sua dedicada vida páginas importantes do desenvolvimento do sistema securitário”.

Já a Fenacor disse que o executivo era uma referência para todo o mercado. “Uma extensa e primorosa folha de serviços prestados à FENACOR, aos SINCORs, à ENS, em suma, a todo o mercado de seguros e, particularmente, em especial, à categoria dos Corretores de Seguros, que devem a ele algumas ações e alguns memoráveis pareceres que foram a base para relevantes conquistas no âmbito da Justiça e no Congresso Nacional”.

A Aconseg-RJ e suas empresas associadas destacaram Gumercindo como grande colaborador do mercado de seguros. “Nossa solidariedade e sentimento aos familiares e colegas de trabalho”.

Para a Fenseg, o falecimento do executivo “deixa um vazio imenso no mercado de seguros”. A federação relembrou brevemente o histórico do executivo no setor. “Teve passagens marcantes por diversas entidades do setor, entre elas Fenacor, Escola de Negócios e Seguros (antiga Funenseg) e sindicatos de corretores de seguros (Sincors)”.

O CCS-RJ ressaltou o grande legado que Gumercindo deixou no setor. “Se destacou por sua determinação e firmeza na defesa do desenvolvimento do setor e pelas causas dos corretores de seguros, deixando um imenso legado de contribuições e melhorias para todos”.

Já o CSP-MG lamentou profundamente a morte do executivo. “Um profissional reconhecido pela seriedade e gentileza no trato com as pessoas, além de ser um grande incentivador do nosso setor. A sua liderança nos fará muita falta ainda mais neste momento de transição pelo qual passa o mercado na questão da autorregulação da classe dos corretores de seguros”.

Confira, na íntegra, a nota do Ibracor

Clique aqui e faça parte do grupo de WhatsApp da Seguro Nova Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top