População segurada recebeu R$ 1,2 bilhão em indenizações, em janeiro de 2023

População segurada recebeu R$ 1,2 bilhão em indenizações, em janeiro de 2023

Valor refere-se aos sinistros pagos e foi 9,1% acima do realizado no mesmo mês do ano passado

Estudo consolidado pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida – Fenaprevi, com base nos dados da Superintendência de Seguros Privados – SUSEP, mostra que foram pagos R$ 1,2 bilhão em benefícios aos segurados somente em janeiro de 2023, registrando alta de 9,1% em comparação com o mesmo mês do ano anterior. Desse montante, 56% foi pago em seguro de Vida e 17% na modalidade Prestamista.

Quanto ao pagamento de sinistros, o seguro Viagem foi um dos ramos com a maior variação em relação a janeiro de 2022, crescimento de 56,6% fruto da retomada do turismo após um longo período impactado pela pandemia da covid-19. Outros segmentos que também tiveram alta  foram os Dotais (60,1%), Doenças Graves / Terminais (35,7%), Acidentes Pessoas (18,5%) e o Funeral (16,5%), impactando o resultado total do mês.

Setor em crescimento elevado

Foram pagos R$ 4,8 bilhões em prêmios diretos, aumento de 18,9% em relação ao último janeiro, o que reforça o resultado da Pesquisa Fenaprevi encomendada ao Datafolha, de que a população está mais preocupada em se prevenir de momentos adversos e parece estar contratando mais serviços de seguros.

O seguro Viagem se sobressai com elevação de 47,9% nos prêmios. Já o seguro de Vida continua com a maior participação de 46%, e registrou elevação de 16,0% em relação ao mesmo mês do ano passado e mantendo o crescimento elevado desde 2020. Com participação de 30% no total,  o seguro Prestamista cresceu 26,3% na mesma base de comparação.

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Comparação Internacional

Em levantamento recente divulgado pela OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, é possível comparar o volume de prêmios de seguros de vida em percentual do PIB de 55 países em 2021. Nessa lista, o Brasil ocupa a 43ª posição com 0,6% do PIB de 2021, resultado significativamente abaixo da média dos países da OCDE, que foi de 5,2% do PIB.

O país líder no mundo foi Luxemburgo, com 35,7% do PIB, seguido por Hong Kong e Singapura, com respectivamente 19,7% do PIB e 11,7% do PIB. Na última colocação ficou o Equador, com 0,02% do PIB.

Nesse sentido, considerando apenas os 16 países da América Latina presentes no estudo, o Brasil ocupa a nona posição, atrás de países como o Chile, que é líder na região e possui 2,1% do PIB em prêmios de seguro de vida, o México (com 1,2% do PIB ), e a Bolívia (0,8% do PIB). Ao mesmo tempo, está na frente de países como a Argentina (0,4% do PIB ), o Paraguai (0,2% do PIB), além do próprio Equador.

Leia, por fim, a 30ª edição da revista:






©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.