03/12/2020

Seguradora brasileira adquire participação em emissora de seguros em blockchain

Seguradora brasileira adquire participação em emissora de seguros em blockchain

Por meio de uma publicação feita no Diário Oficial da União (DOU) nesta sexta-feira, 21 de fevereiro, foram revelados os balanços e esforços do IRB Brasil. O IRB Brasil é uma empresa privada, líder em resseguros na América Latina e conta com um valor de mercado de R$28 bilhões.

Atualmente, a empresa é líder de mercado em 9 das 11 linhas de negócios em que atua. E, segundo seus planos de expansão revelados brevemente na publicação do DOU, a empresa planeja se envolver com blockchain ao adquirir parte da B3i, empresa que fornece soluções em blockchain – dentre elas, emissão de seguros.

Resposta aos desafios

De acordo com a publicação feita no DOU que lista as participações societárias da IRB Brasil, está listada a compra em 05 de agosto de 2019 de 8,93% da B3i por três milhões e quinhentos mil euros, cerca de R$16,6 milhões na cotação atual.

A publicação ressalta:

“A B3i é uma das principais iniciativas globais de desenvolvimento de novas tecnologias para o setor de seguros e resseguros, incluindo o registro dessas operações por meio de uma plataforma blockchain. A subscrição de 8,93% das ações da B3i posiciona a IRB Brasil RE como a única empresa da América Latina ao lado das principais empresas globais de seguros e resseguros. A participação no capital social da B3i permitirá que a IRB Brasil RE tenha o direito de indicar um membro para o conselho de administração da companhia, o qual conta atualmente com nove conselheiros.”

Segundo afirma a empresa por meio de uma mensagem da administração, a IRB Brasil afirma que está investindo em inovação com ênfase em transformação digital, classificada como “essencial para a construção do futuro”.

A empresa se intitula da seguinte forma por meio da mensagem:

“Somos uma empresa ágil para criar produtos e serviços, o que nos torna, dentro do mercado segurador e ressegurador, a melhor opção para fintechs, construtechs, healthtechs, logtechs e big techs desenvolverem o negócio de seguros dessas novas empresas, mantendo, porém, o foco total em continuar atendendo nossa base de clientes e apoiando-os em sua transformação digital.”

Você pode debater sobre este e outros assuntos no grupo de WhatsApp da Seguro Nova Digital exclusivo para profissionais de seguros. Faça parte clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *