Microsseguro poderia evitar crise social, diz presidente do Conselho do IRB Brasil Re

Microsseguro poderia evitar crise social, diz presidente do Conselho do IRB
Para Antonio Cassio dos Santos, a disseminação de microsseguros a pessoas de baixa renda evitaria o agravamento da crise econômica

O CEO e presidente do Conselho de Administração do IRB Brasil RE, Antonio Cassio dos Santos, disse nesta terça-feira (15/09),  em live promovida pela Exame e Money Report, que a disseminação de microsseguro destinados à população de baixa renda poderia ter evitado o agravamento da crise econômica e social diante da pandemia. Para ele, a existência de fundos regulatórios administrados por resseguradores poderia fazer a diferença em emergências, como a provocada pela covid-19.

“Nossa atividade é uma atividade de responsabilidade social. Quem são os mais vulneráveis em qualquer catástrofe? Geralmente, os mais pobres. Temos o desafio de expandir os microsseguros, que são voltados para as classes mais baixas. Microsseguro não é filantropia. É um negócio, de baixo tíquete, que ajuda o indivíduo a não dar um passo atrás na escalada social”, afirmou ele, ressaltando que “se tivéssemos este conceito bem desenvolvido, não passaríamos por momentos tão difíceis durante a pandemia”.

Antonio Cassio foi um dos debatedores do painel que abordou as melhores práticas ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês, como são conhecidas internacionalmente) durante o fórum digital “Líderes do Futuro”, com participação de Alexandre Costa, da Cacau Show, Ivo Wohnrath, da Athié Wohnrath, João Paulo Ferreira, da Natura, Nicola Cotugno, da Enel Brasil, e Onara Lima, da Ambipar.

O executivo, que está à frente do maior ressegurador do Brasil desde março, vem reestruturando a companhia, com foco na transparência e no crescimento, com especial atenção à responsabilidade social. Desse modo, o CEO do IRB aproveitou o evento para explicar de forma simples e direta a atividade de um ressegurador e a sua importância no cenário econômico e social, principalmente durante grandes catástrofes.

“O nosso negócio é parte do conceito de sustentabilidade de qualquer negócio. A atividade de um ressegurador é ser o anjo da guarda nos momentos de grandes catástrofes”, destacou Antonio Cassio. “Contudo, a sustentabilidade faz parte do nosso negócio na maneira como diferenciamos riscos sustentáveis e riscos não sustentáveis, privilegiando os sustentáveis”, afirmou.

Fonte: IRB Brasil Re

Partículas Seguro Nova Digital

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Leia, por fim, a décima edição da revista:






©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.