Mongeral Aegon projeta crescimento em Previdência com participação dos corretores

Mongeral Aegon projeta crescimento em Previdência com participação dos corretores

O debate sobre o futuro da previdência social ganhou força nos últimos anos. A queda na taxa de fecundidade e o aumento na expectativa de vida trouxe à tona a crise previdenciária. Devido a isso, o sistema de contribuição foi reformulado para atender, em um tempo ainda incerto, milhões de brasileiros. O tema foi exposto no primeiro dia do Magnext, um mega evento promovido pela Mongeral Aegon, que acontece nos dias 9, 10 e 11 de janeiro.

Mesmo com a reforma, os futuros contribuintes podem não estar amparados. Nilton Molina, presidente do Conselho de Administração da Mongeral Aegon, explica que o brasileiro, ao contrário de antigamente, deve se preocupar com o seu futuro. “O mundo mudou. Temos muita insegurança devido a instabilidade econômica. Os pais, inclusive, querem ter mais liberdade”.

Leia também

Pesquisa revela otimismo dos corretores em 2020

Atualmente, a expectativa de vida ao nascer é de 75 anos (dados de 2015). Já a taxa de fecundidade, que em 1980 era de 4 filhos por família, caiu para pouco menos de 2 em 2015.

Molina projetou que mesmo após a reforma da previdência o brasileiro deve procurar depender menos do Estado. Segundo ele, “o maior correspondente social receberá equivalente a um salário mínimo”, projeta.

Perspectivas de mercado

Marco Antonio Gonçalves, vice-presidente do Conselho Consultivo da seguradora, projetou um crescimento da Mongeral Aegon acima do mercado. “A perspectiva é que o setor cresça de 10% a 12%. Entretanto, a Mongeral deve crescer em 19%”, revelou.

Em 2019, a companhia abriu as portas para corretores de seguros de mercado. Com isso, passou a investir em plataformas que auxiliam o profissional a comercializar seguros de vida e previdência. Além disso, cursos de capacitação foram realizados a fim de disseminar a cultura da proteção na sociedade brasileira.

Marco Antonio Gonçalves, vice-presidente do Conselho Consultivo da Momngeral Aegon
Marco Antonio Gonçalves, vice-presidente do Conselho Consultivo da Mongeral Aegon

Aliado a isso, os novos modelos de negócios acompanham a expectativa do consumidor. Para o executivo, o ‘sand box e o seguro on demand “vão criar um novo consumidor de seguros”. O aumento do trabalho autônomo também auxilia neste momento de mudança.

Por: Sergio Vitor, do Rio de Janeiro – RJ

Você pode debater sobre este e outros assuntos no grupo de WhatsApp da Seguro Nova Digital exclusivo para profissionais de seguros. Faça parte clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top