PDVBox, a aposta de um marketplace de seguros

PDVBox, a aposta de um marketplace de seguros

“O seguro é um nicho ativo, que não existe rotina”, alerta o CEO da PDVBox, Luis Forster, profissional com mais de 30 anos de experiência no setor de seguros. O executivo inquieto começou sua trajetória no mercado numa corretora e, em 2012, fundou a empresa de marketplace de seguros, com mais outros três sócios. O negócio ainda pouco conhecido à época.

“A PDVBox é uma plataforma de distribuição de seguros em massa dentro dos varejos, com olhar especial para os seguros por assinatura”, conta Forster. Hoje, a empresa cria oportunidades para os canais terem como distribuir seguros em um ambiente cheio de possibilidades.

Em entrevista exclusiva à SND, o executivo conta sua experiência no setor e como surgiu a ideia de criar uma empresa com serviço ainda muito pouco explorado pela indústria.

Seguro Nova Digital – Conte sua experiência no mercado de seguros.

Luis Forster – Tenho 32 anos de experiência no setor. Iniciei numa corretora de seguros focada em distribuição de produtos para pequenas e médias empresas. Sempre fui inquieto e, por isso, comecei estudar as possibilidades deste mercado para expandir, crescer e mudar. Se não acharmos caminhos novos, corremos o risco de ficarmos para trás.

O seguro é um nicho ativo, que não existe rotina, e todo mundo é um potencial cliente. Passei a vender diversos seguros, mas tive uma leve tendência a atuar em massificados e me especializei em linhas financeiras. Durante o período profissional abri duas empresas.

SND – E como surgiu a ideia de fundar a PDVBox?

LF – Como disse, sempre gostei do mundo de massificados e, a partir daí, conheci ainda mais as seguradoras e entendi onde estão os seus gargalos. Pensei em criar algo que agregasse no processo de vendas, utilizando o meu conhecimento em seguros para a criação de uma plataforma tecnológica digital para venda de seguros nesse ramo.

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Foi um desafio porque saí da corretagem para adentrar no universo da tecnologia em 2012, quando eu e mais três sócios construímos a plataforma. Estive no lugar certo e na hora certa, pois a Susep logo depois regulamentou todo o mercado de massificados e a plataforma já estava apta para atender todas as normativas padronizadas pela autarquia

Começamos a bater na porta das seguradoras levando a ideia da plataforma digital que facilitasse os negócios. A seguradora AIG foi uma das primeiras a aceitar a ideia. Fomos adaptando os processos ao longo dos anos e ao decorrer das parcerias. Tudo o que hoje vende de seguro no site do Carrefour, por exemplo, é da responsabilidade da PDVBox.

SND – Explique de que modo a empresa atua no mercado segurador.

LF – A PDVBox é uma plataforma de distribuição de seguros em massa dentro dos varejos, com olhar especial para seguros por assinatura. Hoje criamos oportunidades para os canais terem como distribuir em um ambiente repleto de possibilidades.

SND – O que é um marketplace de seguros white label?

LF – O maketplace de seguros é um modelo de negócios online que reúne diversos produtos e serviços. A plataforma white label cria uma sinergia com a base de clientes desse nosso cliente, tornando-se um meio de negociação entre ele e o consumidor. Essa iniciativa é essencial para o canal aumentar as suas vendas, mas não dispensa a expertise comercial que vai entender as necessidades do consumidor.

SND – Como você avalia a importância da entrada de novas seguradoras no mercado a partir de iniciativas da Susep, como foi o Sandbox Regulatório?

LF – A Susep entendeu que precisava dar mais velocidade e dinamismo na autarquia, estando a favor de novas ideias e processos. Tudo isso enriquece o mercado. Tem muita coisa nova interessante, como a chegada de profissionais que trabalhavam em fintechs e que agora oxigenam o setor e abrem espaço para novos investidores.

Por isso, considero que a Susep vem acertando em algumas iniciativas, pois até as seguradoras tradicionais começaram a ter novas ideias em parceria, inclusive, com empresas selecionadas no Sandbox Regulatório.

SND – Recentemente, a seguradora Akad anunciou que passará a oferecer seguros na modalidade “as a service” para pequenas e médias empresas no Brasil em parceria com a PDVBox. Qual é a particularidade desse produto?

LF – O seguro como serviço foi desenhado para ser dinâmico, atraente e descomplicado, fácil para contratar e fácil para cancelar, sem enrolação. O mercado precisa olhar mais para o cliente e menos para o produto e parar de empurrar soluções prontas para o empreendedor.

Leia, por fim, a 31ª edição da revista:


Seguro Nova Digital #31




©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.