24/09/2020
Setor de seguros vive boom de indenizações

Setor de seguros vive boom de indenizações

Por: Daniel Maciel – Diário do Comércio

Parece que não há atividade econômica que não tenha sentido os efeitos da pandemia do novo coronavírus. A maioria se ressente das restrições à circulação de pessoas. Alguns, que fabricam e comercializam itens considerados essenciais ou insumos e equipamentos utilizados no combate à doença, observaram algum crescimento. E uma terceira categoria, ainda menor, sofre no presente mas vê oportunidades surgindo em um futuro próximo.

O setor de seguros é um desses casos raros. Mesmo sofrendo o impacto direto de um volume importante de pedidos de cancelamentos de contratos e pagamento de indenizações acima da média histórica em alguns segmentos importantes, o setor também registra o crescimento da busca, tanto por parte tanto das pessoas físicas como das jurídicas, por algumas modalidades de seguro. Tudo isso pode abrir caminho para a consolidação da cultura de seguros no Brasil.

De acordo com o presidente da Solutions Gestão de Seguros, Sérgio Frade, segmentos como o setor de seguros de automóveis e seguro-viagem estão paralisados por falta de consumidores. Já outros, como seguro de vida, seguro-saúde e fiança locatícia, por exemplo, vão sofrer com o aumento brusco de indenizações pagas.

Leia também:

Longevidade traz responsabilidade financeira para os brasileiros

“Nesse momento, os seguros-saúde estão arcando com as despesas médicas dos infectados e o segmento de fiança locatícia honrando os aluguéis que deixaram de ser pagos tanto pelas empresas como pelas pessoas físicas em dificuldades financeiras. Esses valores não estavam no planejamento de nenhuma seguradora. Já nos casos dos seguros de vida, ainda cabe discussão. A maioria das apólices não cobre epidemias e pandemias, mas muitas empresas já anunciaram que vão fazer o pagamento.

A Prudential do Brasil resolveu que, para todas as apólices de seguro de vida individual e em grupo contratadas até 25/03/2020, pagará integralmente as indenizações de morte decorrentes de diagnósticos do Covid-19, mesmo com a cláusula de exclusão de risco para pandemias e epidemias presente nas condições gerais das apólices de nossos seguros de vida.

Por fim, você pode debater sobre este e outros assuntos no grupo de WhatsApp da Seguro Nova Digital exclusivo para profissionais de seguros. Faça parte clicando aqui.
Leia a quinta edição da revista:

One thought on “Setor de seguros vive boom de indenizações

  1. Acredito sim em aumento dos sinistros no ramo saúde apesar de ser responsabilidade do SUS após diagnóstico comprovado, no vida também um pouco apesar dos casos de morte serem, na esmagadora maioria, de pessoas com idade avançada, faixa de menor penetração desses seguros, e no fiança, onde creio que estará a maior variação do índice de sinistralidade.
    Mas nada que virá afetar significativamente o resultado e muito menos a solvência das seguradoras, até porque a sinistralidade dos ramos que historicamente são de maior volume caem vertiginosamente.
    Veículos parados, residências 24h ocupadas, etc., etc., etc..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *