Presidente do Sincor-SP esclarece coberturas do seguro em caso de alagamentos

Presidente do Sincor-SP esclarece coberturas do seguro em caso de alagamentos

Em entrevista ao Jornal Record News, Alexandre Camillo, presidente do Sincor-SP, explica as coberturas do seguro automóvel em tempestades e alagamentos

A tempestade que assolou São Paulo, e algumas cidades do interior, transbordou rios, causou alagamentos nas principais avenidas, além de vias e estacionamentos. Nessa hora, o consumidor se pergunta: o meu seguro cobre? Em entrevista ao Jornal Record News, apresentado por Heródoto Barbeiro, o presidente do Sindicato de Empresários e Profissionais Autônomos da Corretagem e da Distribuição de Seguros do Estado de São Paulo (Sincor-SP), Alexandre Camillo, explica as coberturas do seguro automóvel para intempéries.

“A perspectiva é de que mais de 5 mil veículos segurados tenham sido danificados somente na capital. E, certamente esse número poderá subir muito mais”, ressalta Camillo. Segundo o presidente, o alagamento gera danos irreparáveis, como os elétricos, que podem afetar todo o funcionamento do veículo.

“A maioria dos seguros de automóvel possuem a cobertura compreensiva, que cobre situações como essa, como alagamentos e enchentes. Além da cobertura para o reparo desses danos, tem também a assistência oferecida pela seguradora, que tem sido muito útil para o segurado e para o poder público, pois retira os veículos de vias alagadas”, completa.

Leia também:

Presidente do Sincor-SP orienta corretores de seguros sobre a autorregulação

Camillo ainda lembra a importância do corretor de seguros nesse momento, pois é ele quem sabe das principais coberturas e assistências oferecidas pelas seguradoras. “Algumas oferecem o serviço de higienização do veículo, em casos de danos não tão graves. Por isso, o segurado deve procurar o seu corretor e se informar”.

O presidente também alertou para casos de agravamento do risco, quando o motorista tenta atravessar ruas alagadas, por exemplo. “É importante lembrar que não pode ter o agravamento do risco. Portanto, o segurado deve evitar as zonas de alagamento, pois pode não ter cobertura”.

Fonte: Sincor-SP

Você pode debater sobre este e outros assuntos no grupo de WhatsApp da Seguro Nova Digital exclusivo para profissionais de seguros. Faça parte clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top