Executivos preveem Susep incentivando inovação e Insurtechs valorizadas nos próximos anos

Executivos preveem Susep incentivando inovação e Insurtechs valorizadas nos próximos anos

Debate sobre o futuro do mercado segurador permeou um dos últimos painéis do Insurtech Brasil 2023

Veículos autônomos, crescimento do seguro auto frota, uso inteligente de dados e Insurtechs mais valorizadas são algumas das mudanças que especialistas preveem para os próximos anos no mercado segurador. O painel “Insurtech 2030: quais as tendências de futuro que irão trazer mudanças relevantes para o mercado de seguros”, promovido pelo Insurtech Brasil 2023, reuniu representantes de organizações inovadoras. O evento aconteceu nesta terça-feira, 6, em São Paulo.

Em painel mediado por Henrique Volpi, CEO e fundador da Kakau, o fundador da Brick Seguros, Vinicius Schroeder, analisou que a indústria de seguros opera abaixo do seu potencial. Nesse sentido, é necessário, segundo ele, “reduzir a ineficiência de distribuição, aumentar o volume de dados e colocar mais inteligência na subscrição”.

Olhando para 2030, o executivo espera que a Superintendência de Seguros Privados (Susep) seja uma incentivadora de inovação e que as Inusrtechs ganhem mais espaço e relevância. “Essas mudanças serão essenciais para a transformação do mercado”, observou Schroeder.

Quem também participou do tema foi Thiago Amorim, Risks and Insurance do Ifood. O executivo vê uma evolução na indústria seguradora, mas confessou que ainda enxerga alguns desafios no setor. “Não existe a possibilidade de uma empresa ter muitos clientes e conseguir escalar seu negócio sem o uso da tecnologia. No mercado segurador ainda sinto essa dificuldade: os colegas começam dizendo ‘não’ para depois entender o negócio”.

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Quando chegou no Ifood, Amorim teve a responsabilidade de criar o Seguro de Acidentes Pessoais da empresa e de procurar uma seguradora que pudesse aceitar a transferência de risco. “Em dois meses recebi muitas respostas negativas”, lembrou. Em seguida, o executivo passou uma temporada fora do país e voltou com a proposta pronta.

Novo mercado, novos riscos

Se a distribuição e os produtos vão mudar, os riscos também estarão nessa esteira. Na análise do fundador da Brick Seguros, os riscos estão cada vez mais dinâmicos. “O futuro pertence às seguradoras que tiverem a capacidade de se adaptarem. Isso está muito relacionado à tecnologia e a dados. Como consigo acessar dados em tempo real e oferecer na ponta uma oferta de seguros personalizada, adaptada para esses novos cenários e contextos?”, provocou o executivo.

Schroeder usou o exemplo dos carros autônomos, que em pouco tempo, segundo ele, será realidade no mundo inteiro. “Praticamente 100% da frota mundial será autônoma”, projetou. Nesse caso, se hoje a natureza do risco está mais voltada ao perfil do condutor, como adaptar essa nova realidade sem a interferência do motorista? “As seguradoras que vão conseguir aproveitar ao máximo a oportunidade são aquelas que têm capacidade de traduzir os dados de produtos de seguro”, complementou.

Leia, por fim, a 33ª edição da revista:


Seguro Nova Digital #33





©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.