Wiz Parceiros amplia venda de consórcio de pesados para o agronegócio

Wiz Parceiros amplia venda de consórcio de pesados para o agronegócio

Somente no 1S23, a unidade de negócio do Grupo Wiz Co atingiu 21% do volume comercializado no ano passado

A Wiz Parceiros comercializou R$ 39,5 milhões em consórcios para máquinas e equipamentos agrícolas, só no 1S23. Trata-se de 21% a mais que todo o resultado do ano passado, quando o obtido na venda desse produto totalizou R$ 32,7 milhões.

“O resultado mostra que foi acertada a nossa entrada no mercado de pesados, nossa expertise consolidada com consórcios, portfólio qualificado e a capilaridade da rede de agentes parceiros levaram aos resultados neste primeiro semestre. Estamos satisfeitos, e muito motivados e engajados a ampliar os números”, comenta a diretora da Wiz Parceiros, Maira Fonseca.

No 1S23, a Wiz Parceiros comercializou 197 cotas de consórcio de veículos e implementos agro, tais como: caminhões, tratores, colheitadeiras e acoplados ao sistema de tração.

Unidade de negócio do grupo Wiz Co (B3:WIZC3), a Wiz Parceiros atua na distribuição de consórcios e produtos financeiros há 6 anos e atualmente conta com mais de 23 mil pontos de venda no Brasil. Ela atingiu o patamar de R$ 6,2 bilhões de cartas de consórcios comercializadas, cerca de 2,5% de market share desse mercado no Brasil atualmente.

O crescimento da Wiz Parceiros em consórcios vem sendo acelerado pelas parcerias firmadas com grandes players do mercado. Dentre os quais estão Banco do Brasil, CNP, Itaú e Santander.

No final de 2022, a Wiz Parceiros firmou parceria também com a Porto Seguro Bank para a distribuição de consórcios e, em março deste ano, assinou contrato de parceria com a Embracon.

“Somos referência na gestão de canais indiretos das administradoras de consórcios. A nossa meta para 2023 é ampliar o volume de venda de consórcios das instituições financeiras e empresas parceiras”, planeja Maira Fonseca.

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

Mercado de consórcios agro

Segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC), a venda de novas cotas de consórcios de pesados cresceu 7,2% no 1S23, em comparação com o mesmo período do ano anterior, saltando de 119,84 mil para 128,51 mil.

Já o volume financeiro em cartas de crédito comercializadas passou de R$ 18,49 bilhões para R$ 20,99 bilhões, uma expansão de 13,5%, no 1S23. Esse incremento de volume está em sintonia com o momento favorável que o agronegócio vem atravessando.

De acordo com o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Esalq/USP), o Produto Interno Bruto (PIB) do setor teve avanço de 0,19% no 1T23, o equivalente a R$ 5 bilhões. Esse desempenho foi impulsionado pela safra recorde no campo (que, por sua vez, propicia uma maior movimentação de agrosserviços no País) e pelos preços elevados das commodities.

Mas o crescimento do PIB não é o único fator que vem jogando a favor dos consórcios agro. Em um ambiente de taxa de juros ainda elevada, o consórcio é uma alternativa inteligente para que os interessados em adquirir bens o façam sem se descapitalizar.

“Em comparação com o financiamento, que é encarecido pelos juros, o consórcio tem uma grande vantagem competitiva no custo efetivo da transação. Por isso, é a opção mais econômica para quem precisa fazer uma compra a prazo”, explica Maira Fonseca. “Isso ajudou o setor de consórcios a ganhar mais espaço. As administradoras vêm lançando produtos cada vez mais atrativos para o público agro.”

A executiva da Wiz Parceiros vê pela frente um horizonte de expansão ainda maior para os consórcios agro. “Com o crescimento acelerado do agronegócio, a tendência é de crescimento na venda de novas cotas para a aquisição de maquinários agrícolas, como por exemplo, tratores e colheitadeiras”, projeta Maira Fonseca.

Leia, por fim, a 35ª edição da revista:





©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.