Icatu conquista prêmio de excelência em automação

Icatu conquista prêmio de excelência em automação

A seguradora foi reconhecida pela Kryon por ter realizado a maior implantação de robôs não-atendidos da América Latina

A automação de processos operacionais na Icatu foi um dos grandes desafios da seguradora que, em dois anos,  implementou  35 robôs – os chamados RPAs – que foram responsáveis pela robotização de 27 processos e 56 subprocessos das linhas de negócios de Vida, Previdência e Capitalização.   Esses números conferiram à companhia o reconhecimento feito pela Kryon – empresa israelense líder em automação de processos robóticos, desenvolvedora da solução ARIS RPA da Software AG,  como a empresa com maior implantação de robôs não-atendidos da América Latina, anúncio feito durante o Prêmio de Excelência em Automação 2021.

“Já tínhamos identificado uma necessidade de automação de nossos processos operacionais. Antes, muitas atividades eram executadas manualmente. Nosso desafio era fazer uma sinergia entre a atuação de nossos técnicos e o trabalho dos robôs. Identificamos que a nossa equipe podia ter uma ação mais analítica. Hoje, focamos nas contratações de analistas para revisar processos e implementar robôs. E vale destacar que fizemos remanejamento de equipes e não, desligamentos”, conta o diretor de Operações da Icatu, Antonio Nicolella, que coordena uma equipe com 270 pessoas.

Ele explica ainda que a Diretoria de Operações é responsável por todo o backoffice da operação da companhia, contemplando todas as linhas de negócios e canais. Em Capitalização, por exemplo, os RPAs operam em resgates; em Previdência, em operações que envolvem portabilidade interna e externa; em Vida, na renovação de apólices, faturamento e na emissão de segunda via de certificados, só para citar.  A implantação de RPAs resultou em mais de 31 mil horas de processamento e um total de 715 mil registros sem a intervenção humana.

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

“Nós já sabíamos que éramos um case de sucesso em matéria de implementação. Temos muitos processos que rodam em fração de minutos. A automatização de processos traz maior agilidade operacional e qualidade no processamento de dados”, reforça Nicolella. A Icatu foi a única seguradora brasileira homenageada na edição deste ano do Prêmio de Excelência em Automação.

Leia, por fim, a 18ª edição da revista:


 




©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.