Alta da venda de veículos novos reaquece mercado de seguro auto

Alta da venda de veículos novos reaquece mercado de seguro auto

Emplacamento de veículos cresce 14% no primeiro semestre e impulsiona a comercialização de novas apólices

O mercado automotivo voltou a crescer neste ano, após período de baixa causado pelas incertezas da economia. O número de emplacamento de veículos teve alta de 14% no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano, segundo a Fenabrave (Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores). A expansão impulsionou o mercado de seguro automotivo e a perspectiva para o segundo semestre e início de 2024 é de otimismo.

O crescimento na venda de veículos novos é reflexo das medidas do governo para reaquecer o setor. Dentre elas estão a desoneração de impostos para a indústria automobilística visando fomentar a produção de carros populares e o aumento da oferta de crédito. As iniciativas deram ânimo ao consumidor e contribuíram para impulsionar o setor automotivo e sua cadeia de negócios.

Com maior número de carros novos em circulação, aumenta a busca pelo seguro auto. A Seguralta, maior rede de corretoras de seguro do Brasil, com 1,8 mil franquias espalhadas por todas as regiões do país, registrou crescimento de 13% no número de novas apólices no primeiro semestre em comparação com o mesmo período do ano passado.

   PARTICIPE DO GRUPO DE WHATSAPP PARA PROFISSIONAIS DE SEGUROS

“Nós tivemos um crescimento bastante expressivo na venda de novos apólices de seguro auto no primeiro semestre. O mercado de seguros está atento a esse cenário e avalia que o momento é uma oportunidade para ampliar a base de clientes”, afirma o diretor de Operações da Seguralta, Pascoal Carrazzone.

Diante da melhora do cenário macroeconômico, com a baixa da Selic, a inflação sob controle e a taxa de desemprego em queda, a expectativa é que a retomada na venda de veículos novos e usados se mantenha. E, como consequência, o crescimento na comercialização do seguro automotivo nos próximos meses.

“As perspectivas econômicas são positivas e estamos otimistas com o futuro. Os indicadores apontam para recuperação da atividade econômica e retomada do crescimento. Com isso, a tendência é que a procura pelo seguro auto continue em alta no segundo semestre e do início do ano que vem”, avalia Carrazzone.

Com mais de 200 mil clientes atendidos e 1,8 mil unidades espalhadas por todas as regiões do Brasil, a Seguralta atua com as principais seguradoras do país, como Tokio Marine, Porto Seguro, Bradesco e Zurich. A  meta da empresa é atingir R$ 700 milhões em prêmios de seguros, consórcio e previdência neste ano.

Leia, por fim, a 35ª edição da revista:





©2024. Seguro Nova Digital, a revista online do mercado de seguros. Todos os direitos reservados.

Primeira revista digital do mercado segurador, a Seguro Nova Digital é o resultado de uma ampla pesquisa, baseada nas transformações do setor e dos consumidores. O veículo surge a partir da necessidade da criação de conteúdos exclusivos no ambiente online. Para atender a demanda de clientes e usuários de todas as idades, os meios eletrônicos dispõem de ferramentas peculiares que estimulam à leitura.

A praticidade diária, a capacidade de interação, o compartilhamento de ideias em pouco tempo e o apreço pelo meio ambiente são componentes que se alinham com as mudanças de hábito do consumidor e com o desenvolvimento do mercado de seguros.

Nosso objetivo é ser um meio efetivo de comunicação, com o público que a empresa deseja atingir. Queremos decidir pautas junto ao cliente, abrir espaço para interação entre corretores, ouvir opinião do consumidor final do produto/serviço, dialogar com os porta vozes das companhias, ser um canal de referência e oxigenação no mercado.

Para isso, além dos tradicionais veículos de comunicação (site, Facebook, Linkedin e Instagram), formaremos grupos de discussão e divulgação por Whatsapp, vídeos entrevistas, sempre enaltecendo à opinião dos corretores. Nossa missão é colocar a sua informação e sua marca no caminho do público-alvo.

Somos profissionais formados na área de comunicação: Jornalismo e Relações Públicas. Assim, por meio de uma análise de quatro anos do setor de seguros, entendemos que fazer um trabalho diversificado, de relevância e com grande expertise para o segmento é essencial àqueles que desejam contribuir para o mercado.