29/11/2020

XP Seguros adquire insurtech e avança nas proteções de Vida e Previdência

XP Seguridade adquire insurtech e avança nas proteções de Vida e Previdência
XP Seguridade é uma das empresas que mais crescem no brasil no setor de seguros, mostra FenaPrevi

A XP Seguridade, um braço da XP Inc., anuncia a aquisição da insurtech DM10. Segundo informações do site tiiside, a seguradora passa a investir em proteções de Vida e em Previdência, que têm grande potencial de crescimento no país. Desse modo, a XP fortalece mais a estratégia de seguridade. 

Em entrevista ao portal, o sócio responsável pela XP Seguridade, Roberto Teixeira, afirmou que o setor será transformado nos próximos anos. “O Brasil deve realmente avançar para uma revolução no setor. Quando comparamos a penetração dos produtos aqui em relação a outros países existe ainda uma disparidade enorme”, disse.

Segundo a FenaPrevi, a XP Seguros é a empresa que mais cresce no setor. Embora já tenha estabilizado sua estratégia de negócios, a companhia procurava uma insurtech que seguisse a linha de raciocínio do grupo de investidores. Criada em 2007, a DM10, um marketplace que conecta centenas de distribuidores autônomos aos produtos de Vida e Previdência das seguradoras, possui presença em todo o território nacional e uma base de cerca de 1.000 profissionais ativos.

Leia também:

Susep revoga 159 normas do setor de seguros

A transação, para Daian Moura, CEO da insurtech, vai acelerar o acesso a investimentos de qualidade no setor de seguros. “Sempre acreditei na valorização do profissional do setor. Por isso, a nossa rede tem se destacado tanto nos últimos anos”, disse. O executivo diz, ainda, que a transação será benéfica para os corretores, porque além de continuarem protagonistas, “com a XP, poderemos impactar milhões de brasileiros que ainda estão presos a produtos previdenciários ultrapassados ou pagando por seguros que não se adequam ao seu perfil e necessidades”, completou.

Desse modo, o grupo XP espera que seu braço de seguros atinja o mesmo protagonismo dos investimentos. Para a empresa, a penetração nesse segmento vai democratizar o acesso a produtos de qualidade e personalizados para cada consumidor.

O fechamento da transação depende do cumprimento de determinadas condições, incluindo a autorização prévia do Banco Central do Brasil.

Por fim, você pode debater sobre este e outros assuntos no grupo de WhatsApp da Seguro Nova Digital exclusivo para profissionais de seguros. Faça parte clicando aqui.

Sergio Vitor, jornalista especializado em seguros

Jornalista e editor da Seguro Nova Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *